quinta-feira, 18 de julho de 2013

Bloody Mary: Os Filhos Da Morte

Sinopse: 

"Eles estão por toda a parte, não a vez, porém quando a tua hora chegar ela vai estar lá, um Anjo da Morte, um Ceifeiro ou simplesmente "A Morte".
Existem milhares de Anjos da Morte, mas há um ou melhor uma em especial, a filha da morte. E:
O seu irmão gémeo humano(?)
Um colégio sombrio (?) 
Um estranho diretor (?)
Um vampiro sexy (?)
Um psíquica curiosa (?) 
Um sacrifício(?)”


Resenha:

     Engraçado, sempre curti vampiros, lobisomens, anjos e zumbis, além de deuses e qualquer criatura sobrenatural. Então foi moleza começar a ler a fanfic Bloody Mary: Os filhos da Morte, da escritora Sweet, porque simplesmente a criatura que entra em foco é a Morte ou os filhos dela.

          Então vamos começar a estória:

       Sweet Anabel Parker, mais conhecida como Sweet, possui um irmão gêmeo e duas amigas conhecidas como Susan e Samantha, além do morar no dormitório do colégio Renewed Soul na qual sua mãe é diretora. O pai? Informação desconhecida.

"Todo o desenrolar desta historia sucede a um único sentimento, que era julgado como impossível… O sentimento mais falado, mas também o mais desconhecido e banalizado……Amor…Quando A Morte se apaixona por uma humana, e desse amor se geram 2 filhos… Os filhos da Morte…"
          
        Para somar mais a sua ‘normalidade’ Sweet começa a narrar sua vida logo no dia do seu aniversário de 14 anos junto ao irmão e, claro, que recebem presentes (na fanfic chamado de prenda). Mas como toda estória sobrenatural que se prese, Sweet não é exatamente normal, não como seu irmão Jake, ela começa a ver o mesmo corvo e presencia a morte de um parente muito querido tudo isso para descobrir que não é exatamente humana e terá que cumprir seu papel como criatura das trevas.

         Resumir sem colocar nenhuma spoiller da fanfic é meio difícil, pois percebi que em cada capitulo teremos uma surpresa. Como código de uma mala. Uma carta de um parente. Bad boy sobrenatural que a Sweet irá conhecer. Tudo isso em apenas seis capítulos curtos que li. 
       
       A narrativa da Sweet chega, às vezes, a ser bem misteriosa, já que a mesma não entende sua vida que mudou de repente. Uma coisa que me deixou perdida foi a narrativa com português de Portugal, já que não leio muito com esse tipo de linguagem, porém não deixa de ser ótimo. A personagem principal é interessante e seu irmão é perfeito (eu o amei logo de cara) e os outros personagens? Digamos que alguns me dão certa raiva como as amigas da garota e outros ainda estão me conquistando de pouquinho a pouquinho.
            
     As advertências da escritora são, como a maioria, os erros ortográficos ou as palavras engolidas e sua sinopse que não chega a ser tão interessante, em minha opinião, a escritora deve muda-lo. 

      Infelizmente não consegui contata-la para uma entrevista, mas, caso ela queira, irei enviar novamente o meu 'interrogatório'. 

      Divulgação de fanfics clique aqui!















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Utopianos por e-mail